A biodiversidade como ferramenta de ensino

O Laboratório Interdisciplinar de Formação do Educador (L@IFE) foi criado em 2001 junto ao Departamento de Psicologia e Educação da FFCLRP, onde são desenvolvidos projetos de ensino, pesquisa e extensão relacionados ao Ensino de Ciências, Geografia e Educação Ambiental, através da formação inicial e continuada de professores, atendendo principalmente às licenciaturas em biologia, química, psicologia e pedagogia da FFCLRP. Atende ainda professores, educadores e alunos das escolas de educação básica de Ribeirão Preto e região, através de orientações técnicas, cursos, palestras, exposições pedagógicas e projetos de ensino.

No que concerne ao ensino, os alunos dos cursos de licenciatura da FFCLRP realizam no L@IFE as etapas de estágios supervisionados, aplicação de aulas teórico-práticas, preparação e produção de materiais de ensino e de atividades pedagógicas para o desenvolvimento destes estágios nas escolas-campo. A pesquisa relaciona-se às atividades dos grupos de pesquisa e dos projetos de iniciação científica, mestrado e doutorado vinculados ao L@IFE. Enquanto a extensão se concretiza por meio de projetos temáticos, visitas monitoradas, empréstimos de material didático, produção da revista Pesquisa em educação ambiental, oficinas de ensino e programa de formação continuada “Teia do Saber” para professores da educação básica.

O L@IFE possui ação em todos os campos de atuação universitária com merecido destaque no campo da extensão, onde mantém 6 projetos ativos, contribuindo para a solidificação daquele que sempre foi considerado o “pé manco” do tripé universitário. Não por acaso utilizaremos como ponto unificador de interesses entre o ensino e diversidade e evolução o projeto de extensão intitulado Trilhas da Biodiversidade.

A questão da degradação ambiental e diminuição da biodiversidade da fauna e da flora têm repercutido em todo o país. No estado de São Paulo observa-se grandes conseqüências decorrentes dessa degradação, como a exaustão do solo, assoreamento e desaparecimento de cursos d’água e nascentes, além da perda de grande parte da biodiversidade natural da região. Na região de Ribeirão Preto a fauna e flora original encontram-se somente em pequenas manchas de mata que restam em algumas fazendas, sendo indiscutível a necessidade de ampliação dessas áreas verdes na cidade e na região. Baseado nesse fato implantou-se no campus da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto uma área de reflorestamento. A Floresta, com área de 736.000 metros quadrados está localizada em região recoberta por solo tipo terra roxa, sob os domínios da Mata Atlântica, caracterizando-se como uma floresta estacional semidecidual. Essa Floresta, além de servir como base para diversos estudos biológicos e ser um de banco de sementes para gerações futuras, também é um ponto de referência para projetos de conscientização e educação ambiental. Dentro desse objetivo insere-se o projeto Trilhas da Biodiversidade, já que a educação ambiental é um ponto crucial para a conscientização da comunidade sobre a importância da recuperação e preservação da biodiversidade. “Trilhas da Biodiversidade” é um programa de visitas monitoradas ao campus de Ribeirão Preto com o objetivo de valorizar o patrimônio biológico existente no local, estimular o visitante a refletir sobre questões relacionadas à preservação e conservação do ambiente, conhecer a fauna e flora regional. O projeto prioriza o atendimento de alunos (do ensino fundamental e médio) e comunidade de entorno ao campus. Os visitantes são conduzidos pelos monitores ao longo de 2 circuitos básicos. Os conteúdos e objetivos próprios das ciências naturais são distintos em cada circuito. Durante a trilha é trabalhada a percepção do grupo sobre o ambiente que estão visitando. Diferenças perceptíveis entre as áreas de reflorestamento mais recente e mais antigo são, junto com o entendimento da sucessão ecológica, o foco principal do nosso trabalho. No encerramento contamos com o auxilio de materiais pedagógicos de educação ambiental elaborados no próprio L@IFE, para a resolução de questões que provavelmente surgem durante a trilha. É importante ressaltar que cada grupo agendado há um contato prévio com os monitores com o objetivo de orientar a visitação para que tenha o máximo de aproveitamento pelos visitantes.

Em quatro anos de atividades o projeto atendeu mais de 3.000 pessoas da cidade de Ribeirão Preto e região contando com a participação de 4 monitores (bolsistas). Os grupos visitantes eram compostos na sua maioria por alunos do ensino básico, mas participaram também alunos do ensino superior, professores da rede pública, empresas, indústrias, organizações não-governamentais e associações de bairros.

O projeto utiliza, portanto, o contato direto com a biodiversidade local, concretizada em um espaço não-formal de ensino como um ponto unificador que instiga as discussões acerca da degradação ambiental e a responsabilidade da comunidade do entorno com relação à conservação dessas áreas. Um ponto importante diz respeito ao cuidado necessário para que não ocorra demasiadamente um processo de instrumentalização da educação ambiental, tornando-a essencialmente pragmática. Ao contrário, a educação ambiental deve estimular o pensamento crítico sobre os conflitos socioambientais a partir das perspectivas de transformação social e da construção do ideal de cidadania.

Mais informações: http://sites.ffclrp.usp.br/laife/

Mauro Prato
Colaboração: Marcelo Tadeu Motokane

Mauro Prato é aluno de mestrado pelo Programa de Pós-graduação em Entomologia da FFCLRP e ex-bolsista do projeto Trilhas da Biodiversidade
Marcelo Tadeu Motokane é professor doutor do Departamento de Psicologia e Educação da FFCLRP e coordenador do projeto Trilhas da Biodiversidade

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: